>Reunião de Conjuntura 19.11

>

p { margin-bottom: 0.08in; }
  A última reunião de conjuntura tratou de um tema importante, mais frequentemente deixado de lado pelos economistas: o planejamento. Em especial, abordamos o caso do trem-bala que ligará Rio e São Paulo, um dos projetos mais ambiciosos do PAC. Há uma enorme polêmica atual em torno da viabilidade econômica do projeto, levantada pela mídia e observadores independentes. 
  Nossa apresentação focou em apresentar os fatos do projeto, com base no estudo de viabilidade apresentado pelo governo, e contrastá-los com casos semelhantes de trens de alta velocidade em outros países, como Japão e Alemanha. Além disso, apresentamos os principais argumentos do debate em torno do projeto, como o de que não haverá demanda para justificar os altíssimos custos de construção (R$ 34 bi). Também são alvo de críticas as garantias oferecidas pelo governo no modelo de financiamento, bem como o envolvimento de dinheiro do Tesouro via BNDEs.

  Concluímos que a decisão de implantar o TAV pode configurar um problema sério de gestão de investimentos, pois há muitos riscos envolvidos e o projeto é grande demais para falhar.

Por Rodrigo Bomfim e Matheus Assunção

Anúncios

2 comentários

  1. >Hoje o governo decidiu adiar o leilão de concessão do TAV para abril de 2011. Originalmente, ele aconteceria agora em dezembro.Parece que todas as críticas, afinal, fazem algum sentido! Embora o governo afirme que é para tornar o leilão mais competitivo…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s