Reunião de Conjuntura 08.07.2011

A reunião de conjuntura do dia 08 de julho teve como fato motivador o rebaixamento do rating da dívida soberana portuguesa de Baa1 para Ba3 – nível considerado “Junk” – pela agência de risco Moody’s.

 A apresentação foi dividida em dois subtemas: uma análise conjuntural dos aspectos políticos e econômicos de Portugal e as perspectivas para o país, bem como para a zona do Euro, gerando uma discussão bastante profícua; A segunda parte foi destinada a explicar o que é uma agência de risco e como se mede o risco de um país. A apresentação foi concluída com uma crítica às agências de medição risco e uma subsequente discussão a respeito da decisão da agência Moody’s. Um ponto interessante levantado foi o da influência das agências de risco nas decisões dos agentes econômicos e dos possíveis estímulos que elas recebem para se manterem idôneas ou para se corromperem e “forjarem” uma situação econômica a respeito de um país ou uma empresa.

Portugal e Agências de Risco – Lucas Facó e Augusto Rochadel.

Lucas Facó e Augusto Rochadel.

Anúncios

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s