O caso Cachoeira: Um problema apenas político?

A reunião de conjuntura do dia 18/05 abordou um tema reccorente na mídia: a CPMI instaurada no dia 25 de abril para investigar todos os envolvidos com o bicheiro Carlinhos Cachoeira, os quais podem ser enquadrados em mais de 15 crimes diferentes.

Apesar de a CPMI ter sido instaurada apenas em abril deste ano, as armações de Carlinhos Cachoeira e seu envolvimento com diversos políticos já havía recebido grande atenção popular ainda em 2004, ano no qual foi divulgado um vídeo no qual Waldomiro Diniz, assessor do então ministro-chefe da Casa Civil José Dirceu, lhe pedia propina para o PT e PSB em troca de favores. A proposta de criar uma CPI dos Bingos para averiguar o acontecimento, no entanto, foi abandonada por pressões políticas em meio ao escândalo de corrupção, com ainda maior repercussão, que culminou na CPI dos Correios em 2005 e a subsequente descoberta do esquema de mensalão.

Apesar da óbvia releância do caso Cachoeira para a conjuntura político-democrática brasileira, o foco desta reunião de conjuntura era outro. Por meio da apresentação de um simples arcabouço teórico, o qual ressaltava a importância da estabilidade institucional (dentre as quais a conjuntura política) como um fator determinante à prosperidade econômica, tentamos analisar as consequências de escândalos políticos – sendo o caso Cachoeira apenas um dos diversos exemplos que poderíamos utilizar – sobre a economia brasileira.

Para tal, apresentamos um breve panorama sobre as instituições brasileiras que estão envolvidas no processo de fiscalização, punição e prevenção de condutas desviantes do que se é esperado de nossos políticos. Em seguinda, discutimos algumas implicações diretas tanto políticas quanto econômicas do caso Cachoeira, destacando seu impacto sobre o bom funcionamento das atividades legislativas e a necessidade das mesmas para que processos, licitações e obras possam ter andamento sem maiores prejuízos.

Como era de se esperar, dada a proximidade do tema ao cotidiano de todos os presentes, a discussão foi bastante animada, contando com ampla participação do público presente e enriquecendo enormemente a exposição. Vale ressaltar que, mesmo em meio a tantas opiniões singulares, o rumo tomado pelo debate deixava claro a incontentação com a atuação de algumas instituições brasileiras, muito embora os avanços logrados por elas não deixassem de ser reconhecidos.

Apresentadores: Daniel Damasco e Yuri Lopes.

O caso Cachoeira: um problema apenas político? – Daniel Damasco e Yuri Lopes

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s