Institutions and environmental governance: A reconceptualization

Na reunião de periódico do dia 11 de junho de 2012 foi apresentado o artigo “Institutions and environmental governance: A reconceptualization” que apresenta uma revisão do arcabouço teórico de instituições para tentar definir uma melhor instituição para a governança ambiental.

O artigo apresenta alguns conceitos como a diferença entre governo e governança, além de uma revisão dos primórdios da teoria institucionalista com as ideias de Pigou e Coase. O novo institucionalismo busca resolver conflitos que são geradas pela relações entre as pessoas.

Então o artigo introduz a ideia da justiça social, em que o objetivo não seria maximizar o bem estar econômico pura e simplesmente, mas sim olhar as diversas facetas que uma tomada de decisão exige. Assim duas coisas são importantes o reconhecimento e a participação dos agentes, além disso, perceber quais os interesses e a partir disso definir a distribuição de poder.

Finalmente ele introduz quais seriam as características ideias paras as instituições de governança terem, em 3 níveis: organizacional, institucional e constitucional. Ele menciona as funções gerais da governança ambiental. Também é salientado que cada conflito deve ser observado e estudado, não há uma fórmula pronta que servirá para qualquer tipo de conflito.

Apresentador: Mateus Fonseca Lima

Institutions and environmental governance A reconceptualization – Matheus Lima

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s