Global Competitiveness Report 2012

A reunião de Conjuntura desta semana, 15 de junho de 2012, trouxe ao público o Global Competitiveness Report, uma das mais conhecidas publicações do World Economic Forum (WEF), avaliando de maneira especial o desempenho de quatro economias sul americanas que tem se destacado nos últimos anos: Brasil – pela sua importância dentro dos BRICS – Argentina – pela retomada do populismo na figura de sua presidente – Chile – por ser um dos países mais solidos da região – e Peru – por ter apresentado as maiores taxas de crescimento da década na região.

Competitividade pode ser definida como o conjunto de instituições, políticas e fatores que determinam os níveis de produtividade de um país. Em sua elaboração, o WEF levou em conta doze pilares interligados entre si e que derivam da definição acima exposta. Ela leva em consideração basicamente o “Executive opinion”, combinando a opinião dos grupos empresariais mundiais com estadísticas economicas e sociais basicas de organismos internacionais. Por mais que a metodologia possa ser questionada, trata-se de um interessante indicador que no mínimo conduz a reflexão.

Apresentadores: Marwil Dávila e Mateus Lima

Global Competitiveness Report 2011-2012 – Marwil Dávila e Mateus Lima

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s