On the Performing Arts: The Anatomy of their Economic Problems

Na última reunião de periódico dessa segunda-feira (02/07) foi apresentado o artigo On the Performing Arts: The Anatomy of their Economic Problems, que é um dos artigos seminais na área da Economia da Cultura. Nesse artigo os autores buscam as razões e as causas dos problemas financeiros das organizações artísticas (orquestras, companhias de dança, etc.).

Primeiramente o artigo analisa o comportamento das organizações sem fins lucrativos, dado que o setor de artes tem um comportamento muito semelhante. Nessa análise o que se constata é que essas organizações têm ao menos duas características em comum, que são: 1) Não recebem nenhum retorno monetário pelo capital investido e 2) São criadas para preencher algum propósito social. Tais organizações buscam, também, um produto de alta qualidade e que a maioria das pessoas possa ter acesso a tais produtos. O que se observa, portanto, é que os próprios objetivos corroboram para a má situação financeira desse tipo de organização.

Em um segundo momento, passa-se para a análise do setor das artes performáticas especificamente. Para abordá-lo o artigo desenvolve um modelo que separa a economia em dois setores, um que apresenta aumento de produtividade e outro que tem a sua produtividade constante. Os resultados do modelo mostram que no setor onde a produtividade é estável e não apresenta um aumento da produção, os aumentos nos salários são passados automaticamente para um aumento dos custos com trabalho. E é nesse setor que estão incluídas as artes performáticas.

Conclui-se, portanto, que a própria estrutura dos custos do setor das artes mostra que o futuro não será fácil e que os problemas que elas apresentam tendem a crescer. Então se o modelo desenvolvido for válido e se há um limite para o quanto se consegue via patrocinadores e contribuições privadas, o setor das artes necessitará de suporte de outras fontes.

O tema abordado pelo artigo foi bastante polêmico e suscitou muitas discussões. Enquanto por um lado uns defendiam a existência de uma ineficiência de mercado nesse setor e, portanto a necessidade de um suporte maior do Estado a fim de corrigir tal ineficiência. Outros questionaram até que ponto é justo e necessário usar dinheiro público para investir nesse setor. Apesar da divergência das opiniões, creio que a discussão foi proveitosa e tornou a reunião mais interessante.

 Apresentadora: Bianca Maciel

On the Performing Arts: The Anatomy of their Economic Problems – Bianca Maciel

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s