Spillovers from Conditional Cash Transfer Programs: Bolsa Família and Crime in Urban Brazil

No dia 09 de julho tivemos a última apresentação de periódico do primeiro semestre de 2013 no PETECO/UnB, na qual discutimos um polêmico artigo que conclui que o programa Bolsa Família teve o “efeito colateral” de reduzir a criminalidade no estado de São Paulo entre os anos de 2006 e 2009.

Os autores tiveram ã sua disposição ricas bases de dados sobre as quais aplicaram uma miríade de técnicas econométricas para lidar com um problema fundamental presente nos dados em questão: A endogeneidade das variáveis explicativas. A tática principal desenvolvida pelos pesquisadores consistiu na criação de uma variável instrumental que explora uma alteração institucional sofrida pelo programa Bolsa Família em 2008. Neste ano o programa passou a incluir jovens pertencentes a uma nova faixa etária, permitindo uma expansão exógena no número de beneficiários, a qual, por sua vez, permitiu controlar a forte correlação mantida entre entre as variáveis explicativas.

Além disso, um passo metodológico imprescindível consistiu na abordagem de designar cada crime referenciado geograficamente na base de dados à escola mais próxima de seu local de ocorrência. Isso permitiu construir a premissa de que a cobertura do programa Bolsa Família numa região, fenômeno capturado pelo número de crianças cobertas pelo programa matriculadas em determinada escola, afeta a criminalidade nos alredores daquela escola, uma vez que reduz à propensão ao crime destes mesmos alunos. Note-se ainda a hipótese implícita de que os estudantes de uma escola cometem crimes nas imediações de sua escola.

Ao final da apresentação, foram lidos trechos de textos publicados na internet ilustrando a grande polêmica causada pelo artigo. Teceram-se várias críticas ao método aplicado, em meio a um acalourado debate. O passo crucial descrito no parágrafo anterior, que consistiu em assignar cada crime à escola mais próxima, foi um dos aspectos mais criticados sendo, portanto, apontado com um ponto fraco do artigo.

Esperamos com isso ter concluído com sucesso a série de periódicos do 1o/2012.

Apresentador: Lucas Bispo de Oliveira Alves

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s