Perspectivas do Brasil e do mundo para 2013

No dia 11 de janeiro foi apresentada a primeira reunião de 2013. Os petianos Mateus e Nicolas apresentaram a conjuntura sobre quais os desafios e problemas que o Brasil e o mundo devem enfrentar nesse ano de 2013.

Primeiro foi feita uma retrospectivas dos principais acontecimentos de 2012. No Brasil houve eleições municipais e estaduais e eleições nos Estados Unidos e na França, além da troca de comando do governo chinês. A economia brasileira apresenta algumas características novas e outras nem tanto como a queda da taxa de juros, intervenção do governo no câmbio, inflação acima do centro da meta, crescimento baixo e sinais de desequilíbrio na balança de pagamentos. No mundo, a Europa ainda sofre com a crise e isso parece ter chegado na China que apresentou crescimento menor do que a média dos últimos anos, já os Estados Unidos enfrentam o problema do “abismo fiscal”.

As perspectivas do Brasil para 2013 tem de começar por uma revisão da credibilidade dos órgãos responsáveis pelas políticas econômicas do país que sistematicamente tem errado em suas previsões tanto para inflação quanto para o PIB o que afeta os investimentos nacionais e internacionais no país. Outro ponto é a divergência entre as linhas de pensamento econômico sobre o crescimento liderado pelo emprego, já que o país está no pleno emprego, por que não cresce no seu máximo? Além disso, outro ponto importante, é se preocupar com os gargalos do chamado custo Brasil. Problemas estruturais que impedem, ou dificultam, o crescimento de nosso país e da competitividade com empresas internacionais.

Por fim se olharmos para o mundo em 2013 podemos esperar que continua a discussão na Europa de como sair da crise, de um lado Alemanha e a austeridade, do outro a França com um modelo de crescimento liderado pelo governo. Os Estados Unidos continuam preocupados com o desemprego e agora tem de lidar em como pagar os gastos crescentes que a arrecadação não cobre. Já a China se volta para seu consumidor interno, há uma expectativa de que os anos de crescimento voltados para o exterior tenham acabado, como isso afetará o resto do mundo? Os países da América Latina e da África que se beneficiaram  muito do crescimento chinês dos últimos anos devem continuar crescendo, porém de olho em como será os próximos passos da China. Fato é que para qualquer pessoa que esteja fazendo previsões para o futuro deve esperar da economia crescimento mais baixo do que as previsões da última década tiveram.

Apresentadores: Mateus Lima e Nicolas Powidayoko

Perspectivas de 2013 para o Brasil e para o Mundo – Mateus Lima e Nicolas Powidayoko

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s