Manipulação de dados: até quando?

No dia 1º de fevereiro de 2013 o FMI declarou censura à Argentina com a justificativa de manipulação de dados oficiais do país, principalmente referentes à inflação e crescimento. Esta foi a primeira vez em que a entidade penaliza algum membro desta maneira, motivando a reunião de conjuntura do dia 8 de fevereiro: “Manipulação de dados: até quando?”.

No primeiro momento foi tratado o marco teórico institucional a respeito do tema. Neste sentido, a manipulação de dados levaria a uma maior insegurança, afetando investimentos. A segunda parte da apresentação buscou explicar o porquê da declaração de censura, o processo pelo qual a entidade e o país passaram até que esta sanção fosse levada a cabo e as reações ao acontecimento.

Levando em conta a declaração oficial da Argentina de que o FMI teria sido parcial e os fatos expostos na mídia sobre possíveis “intervenções” e “maquiagens” de dados oficiais no Brasil, o tema foi trazido à realidade nacional para dados como: inflação, superávit primário, miséria e educação. Ao final, outros casos clássicos de manipulações de dados foram exemplificados, quais sejam: China, Coréia do Norte e Grécia.

A discussão teve como principal questão o que levaria os países a intervir nos dados oficiais e as consequências derivadas dessa ação.

Apresentadores: Bianca Maciel e Thaís Vizioli

Manipulação de dados: até quando? – Bianca Maciel e Thaís Vizioli

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s