Da década de 1920 à de 1930: transição rumo à crise e à industrialização no Brasil

Nessa segunda-feira (16/09), foi apresentado o artigo “Da década de 1920 à de 1930: transição rumo à crise e à industrialização no Brasil” cuja autoria é de Wilson Cano, professor vinculado ao departamento de Economia da Unicamp, e foi publicado na Revista Economia no final de 2012.

Primeiramente, o artigo discute a transição econômica e social durante à década de 1920 sofrida pelo Brasil, no momento em que se observava o modelo primário de exportação rumo ao novo padrão de acumulação. Para expor os fatos sociais no movimento da economia e as mudanças ocasionadas por estes, o autor utiliza como base teórica a dicotomia marxista “Base-superestrutura”. E ainda nessa primeira parte, destaca a importância de São Paulo que concentrava, no início da década, cerca de 2/3 das exportações e com uma economia diversificada em decorrência, principalmente, da implantação de indústrias.

Na segunda parte, o autor expõe rapidamente a forma como o Brasil reagiu à “Crise de 29” por meio de políticas de contenção da oferta e estímulo ao investimento autônomo. E por fim, o autor questiona o esquecimento da indústria atualmente devido ao retorno das exportações primárias em grande escala, ressaltando  assim a importância da indústria para o desenvolvimento do país.

Apresentadora: Acsa Guimarães

Da década de 1920 à de 1930: transição rumo à crise e à industrialização no Brasil – Acsa Guimarães

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s