Why Hasn’t Democracy Slowed Rising Inequality?

A noção de que a democracia inibe a desigualdade social é bastante popular nas Ciências Econômicas. Nesse contexto, o artigo “Why Hasn’t Democracy Slowed Rising Inequality?”, apresentado na última segunda feira, dia 11 de novembro, aborda de maneira comparativa a desigualdade econômica norte-americana com os aspectos políticos de sua democracia bipartidarista.

Os autores exploram cinco possíveis razões pelas quais o sistema político dos Estados Unidos tem durado nas últimas décadas, tendo, porém, falhado na redução do aumento da desigualdade. Destacam-se a influência do livre-mercado sob as decisões correntes de ambos os partidos – democrático e republicano -, além dos altos índices de imigração e de pessoas não participantes do sistema eleitoral. O crescimento da renda real também tem influência nessa questão, na medida em que uma maior parte da população se torna menos atraída a políticas de seguridade social. Ressalta-se, ainda, o papel da minoria de alta renda e das instituições no processo político.

Dessa forma, discutiu-se a situação política e a história econômica dos Estados Unidos, abordando a questão da desigualdade econômica e fazendo uma analogia ao caso brasileiro.

Apresentado por: Rebeca Nepomuceno

Why Hasn’t Democracy Slowed Rising Inequality? – Rebeca Nepomuceno

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s