Introduction to the Economics of Religion

Na última reunião do semestre, que ocorreu na segunda-feira, dia 09 de dezembro, foi apresentado o artigo Introduction to the Economics of Religion (1998) da autoria de Laurence R. Iannaccone. O título ilustra muito bem a abordagem do autor, pois o objetivo do artigo, que já foi citado mais de mil vezes, é justamente introduzir ao leitor às vertentes do estudo da economia da religião.

Primeiramente, é de suma importância salientar que o artigo não abordou a validade de crenças religiosas ou autenticidade de instituições religiosas. O artigo adota a definição de religião estabelecida por Rodney Stark e William Bainbridge (1985) – a saber, “…qualquer conjunto partilhado de crenças, atividades e instituições estabelecido através da premissa da fé em forças supernaturais.”

Iannaccone apresenta uma série de dados (referentes aos EUA) para ilustrar a contínua importância da religião. Alguns dados interessantes, inter alia, incluem os seguintes:

  • O número de membros de denominações religiosas tem se elevado durante a maior parte dos últimos dois séculos (de 17% na época da Revolução Americana, para 34% em meados do século XIX e 60% na época em que o artigo foi escrito – 1998)
  • O total de contribuições monetárias às igrejas tem se mantido na casa de 1% do Produto Nacional Bruto − PNB (Gross National Product − GNP) dos EUA pelo menos desde 1955 (de fato, o valor das doações religiosas tem representado, consistentemente, metade de todas as doações nos EUA – ca. de US$ 64 bilhões em 1995) além de que o trabalho voluntário religioso é mais comum do que outros tipos de trabalho voluntário, tendo em vista que a maioria das instituições sem fins lucrativos são ou eram de cunho religioso
  • Em várias análises de dados de pesquisas transversais, taxas de crença religiosa e atividade religiosa não tendem a declinar com a renda (de fato, a maioria das taxas aumenta com a educação). No entanto, estilos de religião variam com a renda e com a educação

Em seguida, Iannaccone explora as conseqüências da religião sob a economia. Ademais, o autor explicita uma séria de análises econômicas da religião ao longo da história do pensamento econômico. Além disso, são apresentados modelos de produção doméstica (de domicílios religiosos) e modelos de mercados religiosos. Na minha leitura, a credibilidade e eficiência desses modelos ainda há de ser estabelecida.

O autor conclui o artigo afirmando que a abordagem econômica da religião tem crescido como área de pesquisa (não apenas para economistas mas também para sociólogos, dentre outros) e que a economia da religião não é uma área de pesquisa integrada, no sentido de que os seus contribuintes têm trabalhado independentemente. Por fim, são explicitados uma série de tópicos importantes que até o momento foram pouco abordados.

Apresentado por: Carolina Vale Rosa

Introduction to the Economics of Religion – Carolina Vale Rosa

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s