The case against Intellectual Property

No dia 12 de maio, foi apresentado o artigo “The case against Intellectual Property“, dos economistas Michele Boldrin e David K. Levine, publicado na American Economic Review.

Os autores, logo no início do artigo, destacam que a propriedade intelectual tem duas componentes:

  • Direito de possuir e vedar ideias (first sale)
  • Direito de controlar o uso dessas ideias após a venda (Downstream Licensing)

Esses dois economistas não são contra o direito de propriedade, mas, por outro lado, se opõem ao Downstream Licensing. Segundo eles, este é visto como perigoso economicamente ao permitir o surgimento de monopólios.

Para muitos, porém, esse seria um tipo de monopólio aceitável socialmente, pois garantiria incentivos para inovação. Os autores vão de encontro a essa ideia e ao longo do artigo destacam um modelo que mostra que em mercados competitivos, sem a presença de Downstream Licensing, é possível estimular inovações.

Imagem

Apresentado por: Marcelo Lopes

The case against Intellectual Property – Marcelo Lopes

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s